Português Español English

QUACC

Mostrar items por tag: Autoconhecimento

A aeronave arremeteu bruscamente! Meu Deus! Que sensação de impotência! Metabolismo em pane! Silêncio sepulcral, com exceção das poucas explicações por parte do comandante. Janeiro de 2015, aterrissando no aeroporto de Congonhas, são exatamente 17h30min.


Na verdade, o voo perdido pousaria em Sampa às 15h40min. Mas quem entende as incógnitas dos acontecimentos na vida de um ser humano? Ninguém. O atraso se iniciou no percurso para o aeroporto e, por distração, a rota foi desviada. Foi um atraso de 12 minutos que impediu o embarque no voo previsto. Ao relembrar o episódio com o avião, meu corpo reproduziu – em menor escala – as estranhas sensações desencadeadas pelo incidente!

William James[1], em um dos seus estudos, questionou o seguinte sobre sentimentos e emoções: “Que tipo de emoção de medo restaria sem os sentimentos de coração acelerado ou de respiração superficial, sem os lábios trêmulos ou os membros enfraquecidos, sem o arrepio ou a agitação das vísceras? Sem eles presentes é quase impossível de se pensar. Pode alguém imaginar o estado de raiva e não visualizar sua ebulição no peito, nenhum rubor na face, nenhuma dilatação das narinas, sem o cerrar dos dentes, sem nenhum impulso para uma ação vigorosa, mas em seu lugar, músculos flácidos, respiração calma e um rosto plácido?”. Perfeito, James! Em quaisquer circunstâncias, o corpo, os sentimentos e as emoções vivem em sintonia! Se manifestarem dentro de uma pressuposta normalidade, claro.

Em meio às lembranças de tudo que o meu corpo absorveu do advento mencionado, reflexões se sucederam sobre as diversas sensações que podem, tanto quanto, operarem em nosso corpo, quando vivenciamos sentimentos e emoções em situações que, ao contrário de pânico, envolvam prazer. Essa associação partiu da curiosidade relacionada a duas experiências distintas vividas por mim em São Paulo e que muito me marcaram! A primeira e mais incrível delas foi quando, na minha formação de Analista Quântica, me deparei com a minha verdade, escancarada diante de mim! Era o meu momento crisálida! Deixar fenecer a lagarta! Que loucura de metamorfose! Ninguém tinha noção do turbilhão que eu estava vivendo! Respirei fundo e criei coragem para renascer das cinzas e romper com um passado repleto de inverdades ao meu respeito! Era tudo real! À minha disposição uma alegria infinita de, finalmente, encontrar comigo mesma! Eu era puro êxtase! Naquele dia singular, o meu corpo compactuou com os meus sentimentos e as minhas emoções! Era o poder do Método Quantum! Uma precisão absurda! Entrementes, diante de tudo, me questionava: o que fazer com a verdade estarrecedora que a ferramenta detectou em relação ao meu momento presente? Respostas concebíveis: repensar minha trajetória, criar novas estratégias, galgar novas direções. Desde então, é o que tenho feito, paulatinamente. Fé incessante.

Palestra para os Funcionários da Toyota – turma de Analista Quântico de 2015. Meu segundo momento! Discorrer para aquelas pessoas me sentindo “borboleta” foi ímpar! Contar a elas o universo de uma escola, tendo como suporte o Método Quantum para compreender os diferentes perfis, dentro de uma sala de aula, foi um imenso prazer. Todavia, MAIOR ainda, foi o júbilo de estar naquele “palco”, discursando sobre como direcionar vidas, disseminando verdades que inflamam! É disso que estou falando, gente! De sentimentos que fazem o corpo vibrar! Das emoções que arrebatam a alma! Definitivamente, essas duas situações facultaram em mim comoções tão viscerais quanto as da emergência supracitada, porém, com a característica pontual de não produzir alterações bruscas no metabolismo do meu corpo. As vantagens de se RECONHECER no lugar CERTO, na certeza de AMAR o que se faz, perpassam unicamente por sensações equilibradas que injetam na consciência a certeza da vida que realmente se QUER!

Portanto, a partir do momento em que o perfil, respeitosamente, é desvendado na Análise Quântica, tornam-se inabaláveis as convicções quanto à potência dos estímulos verdadeiros. Ocontato constante com a autenticidade das revelações quânticas traz LUZ, ENERGIA, VIDA! Sim! O corpo responde às maravilhosas sensações que dão profundo testemunho da verdade absoluta que reside em nós! É uma justeza que reequilibra, reconduzindo ao sentido de uma vida em consonância com a Energia Universal. Enfim, a consciência em relação ao que nos ENCANTA é a mesma que deve nos alertar para o que DESENCANTA, pois esse discernimento é o requisito primordial para quem almeja o topo de uma VIDA saudável e de realizações. OS ENTIMENTO de PERTENCIMENTO é emoção congênita que possui raízes nas entranhas e, creia, sua ressonância é sentida plenamente no corpo! Por isso, não se pode negar os SINAIS emitidos por ele e, menos ainda, o CLAMOR proveniente de uma alma lícita, especialmente, quando respaldados em sentimentos e emoções que direcionam, transformam, transcendem! “Nós não SORRIMOS porque somos FELIZES, nós somos FELIZES porque SORRIMOS”, disse James.

 


[1]William James (1842-1910) foi um dos fundadores da psicologia moderna e importante filósofo ligado ao pragmatismo (Wikipédia).

 


Desde muito cedo, sempre soube que queria trabalhar com pessoas. Quando adolescente, sempre fui a amiga que era boa para escutar e dar conselhos. Com os familiares, normalmente intermediava os conflitos, era o elo entre uma discussão e um novo entendimento, e até hoje isso é assim. Com essa vontade de sempre fazer as coisas darem certo e a paciência de saber escutar e esperar o momento certo de intervir, me formei em Psicologia, Coach, Eneagrama e me pós-graduei em Gestão de Pessoas.

[...] O gato de Schrödinger – seu destino é o de viver e viver parcialmente. O pobre animal sofre de uma crise de identidade peculiarmente quântica, estando indefinidamente suspenso num estado intangível no qual não está nem vivo nem morto [...] (ZOHAR, 1990).

Na última quinta-feira, dia 29 de maio, a 5a. In ROCK do mês, com o tema “O Corpo Fala! E o seu, o que diz?”, trouxe para a Universidade Quantum convidados importantes e muito autoconhecimento. Afinal, nosso corpo é reflexo de nossas ações, pensamentos e sentimentos. A tela que projeta todas as emoções. O inconsciente não se engana e manda respostas e sinais o tempo todo, somatizando problemas e questões não resolvidas e comunicando-se conosco através da linguagem do corpo. Como um templo de morada, deve receber cuidado e respeito. Você geralmente escuta o que seu corpo quer dizer?

Esse evento, que é realizado toda última quinta-feira do mês, em um encontro quântico de ideias que nasceu da vontade de garimpar pelo mundo tudo o que há de mais inspirador, falou sobre coragem na prática que significa realizar. A busca pela felicidade parte do que se faz por si e pelo outro. Afinal, o que você merece?

Veja um pouco de tudo o que rolou.

Excelência Pessoal. Mudança de vida pelo esporte - Com Carla Rosa

Assista à entrevista completa

Logo cedo, às 11 horas, Carla Rosa abriu os trabalhos falando sobre reeducação alimentar, atividade física, saúde e persistência. Com 26 anos, sofreu a vida toda com questões sobre seu peso. Apaixonada por esporte desde criança, chegou a se afastar disso por não encontrar disposição e ter vergonha de aceitar seu corpo. Formada em Turismo, abandonou a carreira para se descobrir no esporte. Conquistou o corpo ideal, vive uma vida de atleta e hoje estuda educação física com foco em saúde, para atender mulheres com problemas de obesidade.

Comunicação. A fala através do corpo - Com Thais Alves

Assista à entrevista completa

Às 14 horas recebemos a presença de Thais Alves, consultora e personal de comunicação, apresentação de programas sobre comunicação da TV Jovem Pan On-line e Jovem Pan AM, autora de diversos livros de comunicação, convidada especial para abordar a comunicação não verbal. Os recursos do corpo nos processos de comunicação, a interferência dos fatores emocionais, a presença cênica e o autoconhecimento. Afinal, vinda de uma família intelectual, Tais aprendeu que uma pessoa boa na comunicação tem consciência corporal. “Qual o maior desafio para viver, dentro das empresas FORA DA CAIXA? O mundo moderno tem que preparar as pessoas não somente para dar a informação: o segredo para preparar efetivamente é fazer sonhar junto. Faça SONHAR JUNTO! Na empresa, na família, na vida social. Aprenda a criar sinergia.” Thais Alves

Analista Quântico do Mês - Com Samuel Nunes

Assista à entrevista completa

Às 15:30, recebemos Samuel Stafanato, coordenador de Recursos Humanos na American Tower, uma multinacional Americana. Há quatro anos ele utiliza o Método Quantum em seus processos de trabalho e garante a assertividade de 98,7% na aplicação do Método. Por lá a ferramenta está presente nos processos de seleção, principalmente nos candidatos finalistas, processos de assessment, promoções, mudanças de áreas e mapeamento de perfis. Escolhido o Analista Quântico convidado do mês, ele nos conta sobre as transformações de vida das pessoas e o desenvolvimento a partir da utilização do Método Quantum. "O reconhecimento que ganhamos como papel estratégico a partir do uso do Método Quantum é sensacional. Me tornar um ponto de ajuda no desenvolvimento das pessoas é energizante." Samuel Stafanato.

A Promoção do Bem-Estar no Mundo Corporativo - Com Claudia Riecken

Assista à entrevista completa

“Você já teve um projeto ou um momento de trabalho que te fez sentir super vencedor? Por que você se sentiu assim? Foi desafio? Foi aprendizagem? Foi tesão? Por quê?”. Para encerrar o dia de forma especial, às 17 horas tivemos a ilustre presença da presidente do Grupo e autora do Método Quantum, Claudia Riecken, que falou sobre um dos temas mais discutidos na atualidade: qualidade de vida no mundo corporativo. Recursos e fatores que no dia a dia fazem a diferença na vida das pessoas e mantêm a saúde profissional. "Bem-estar no mundo do trabalho: queira jogo, negocie com justiça." Claudia Riecken

Quer saber como participar da 5a. In ROCK de abril? Mande um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Inspiração, expressão e percepção. Thais Alves, consultora e personal de comunicação, autora de diversos livros de comunicação e apresentadora de programas sobre comunicação na Jovem Pan On-line e Joven Pan AM, nos fala sobre os recursos do corpo nos processos de comunicação, a importância da comunicação não verbal e a interferência dos fatores emocionais. Convidada especial da 5a. In ROCK, estará AO VIVO e ON-LINE em entrevista exclusiva na Universidade Quantum dia 29 de maio às 14 horas.

A comunicação é a ferramenta de conexão das pessoas. Com ela, relações, ciclos e laços são feitos e desfeitos. Porém, as pessoas costumam atentar-se apenas à comunicação verbal, a fala, mas e a comunicação não verbal, o corpo e suas mensagens?

Todos já ouviram falar em inteligência emocional. Em resumo, as emoções que sentimos todos os minutos em nossas vidas têm cara, jeito, expressões. Podemos achar que essa história de “poder de pensamento” é bobagem, mas há sempre um estímulo externo, e os seus pensamentos intensificam isso ainda mais. Quando estamos tristes, nosso corpo fica triste. Quando estamos felizes, sorrindo, estamos relaxados. Nosso corpo é nosso maior instrumento de comunicação com o mundo.

Transparecemos nossas emoções positivas ou negativas. Quando não gostamos de algo ou alguém, ou quando estamos com medo, ou ainda quando nos sentimos inseguros... Tudo transparece, tudo vem à tona.  Não adianta nos preocuparmos só com conteúdos e conceitos se não fortalecermos nossa postura corporal. É preciso ter consciência de quem somos, de nossas emoções, de nossas histórias vividas, para, aí sim, ter uma boa performance em comunicação.

Segundo Thais, a postura, os ossos, a expressão do rosto, tudo vai se modificando de acordo com as histórias vividas. É preciso conhecer – reconhecer – e assumir tudo o que faz parte da nossa bagagem, para assim sermos donos de nós mesmos e da impressão que causamos nos outros. Afinal, cada um tem um estilo, uma personalidade, um jeito de ser.


Mas como perceber o nosso estilo de comunicação e saber de que forma isso interfere nas pessoas? Thais assegura: “Além do estilo próprio (que poucas pessoas conhecem e valorizam), há as interferências diárias: emoções, tristezas, raivas. Tudo isso impacta e interfere nas pessoas que nos cercam: quando estamos felizes, quando estamos alegres, quando estamos com medo vamos interferindo nas emoções das pessoas próximas. É o que chamo de marca pessoal. Deixamos uma impressão, positiva ou negativa, em todos os momentos da vida (profissional ou pessoal)”.

O segredo é traçar o melhor caminho para uma comunicação limpa e ter consciência das nossas múltiplas comunicações: intelectual, emocional e física. É quase o trabalho do ator: ele decora as falas, assume no corpo seu personagem e interioriza a emoção da história. O que precisamos hoje é: CONSCIÊNCIA DE QUEM SOMOS, DE ONDE ESTAMOS E DO QUE QUEREMOS.

Thais será convidada especial da 5a. in ROCK Maio – “O corpo fala! E o seu, o que diz?”, e estará AO VIVO e ON-LINE às 14 horas na Universidade Quantum.

INSCREVA-SE e ASSISTA pelo link: https://www.eventials.com/quantum/comunicacao-a-fala-atraves-do-corpo-com-thais-alves/

Empreender socialmente a favor do bem. Praticar a caridade como missão de vida e ajudar milhares de pessoas com um simples sorriso. Para ser a mudança que se deseja ver no mundo é preciso, antes de mais nada, olhar pra dentro de si e enxergar tamanho do amor que cada um carrega no peito. É com esse amor que se multiplica o bem. O amor transpõe barreiras de preconceito, de abandono, de solidão, de tristeza. O amor salva vidas. E, entre abraços e sorrisos, as expressões mais puras de solidariedade são recebidas com tanta alegria que se torna impagável para quem o faz.

Muitos projetos nascem dessa vontade, desse chamamento de fazer o bem. Como o exemplo do Projeto "Só Ria", criado há quatro anos a partir da iniciativa de amigos que, apaixonados pela obra do Dr. Hunter "Patch" Adams, e motivados pela beleza desse tipo de projeto, resolveram montar o próprio jeito de doar alegria. Um projeto que engloba hospitais, orfanatos e asilos, levando um pouco mais da mágica do riso a crianças, jovens, adultos e idosos. Afinal, sorrir é um remédio sem efeitos colaterais; não precisa de prescrição e é de graça.

Todo bem feito, sem requerer recompensa, trará de volta o mesmo bem, acrescido de infinitas bênçãos. “Nosso projeto almeja alcançar a todos possíveis, disseminar a mágica do riso, inspirar novos projetos, trazer novos voluntários, a fim de tornarmos nosso mundo um lugar melhor para vivermos. É uma das maneiras mais simples de agradecermos a Deus por nossa existência e de nos ajudarmos, pois quando fazemos uma boa ação ao próximo, somos nós mesmos que estamos sendo beneficiados", diz Luciano Luttchi, idealizador do projeto.

E é isso, a verdadeira caridade não é entregar nada pronto a ninguém, muito menos a nós mesmos. Antes, ela é a fé profunda e inabalável de que todos somos capazes de encontrar os nossos próprios caminhos. E ajudar outro ser humano a fazê-lo é ajudar a nós mesmos a encontrar pessoalmente as respostas às nossas muitas questões. A caridade, antes de ser uma forma de agir, é um jeito de olhar. “A pessoa que faz o bem emana luz em todas as direções e, quase sempre, acaba contagiando muitos a sua volta. Sejamos multiplicadores do amor e da união!”, diz Luciano.


Luciano Luttchi é nosso convidado especial na 5a. In ROCK de Abril - Coragem: Felicidade na Prática. O que você merece? E participará de uma entrevista AO VIVO e ON-LINE às 14 horas, dia 24 de abril. Um bate papo sobre o Projeto Só Ria que ganha cada vez mais admiradores e um pouco da sua história nesse caminho de fazer o bem.

Acompanhe a entrevista AO VIVO e ON-LINE pelo link:

https://www.eventials.com/quantum/5a-in-rock-abr-empreendorismo-social-a-pratica-do-bem/

Na última quinta-feira, dia 27 de março, a 5a. In ROCK do mês, com o tema “Mãos a Obra: Construindo seu Destino”, trouxe para a Universidade Quantum convidados importantes, cheios de autoconhecimento e experiência na bagagem. Falamos então sobre construção do destino e realização para além dos sonhos. Foco, determinação e coragem. Go!

Esse evento, que é realizado toda última quinta-feira do mês, em um encontro quântico de ideias que nasceu da vontade de garimpar pelo mundo tudo o que há de mais inspirador, falou sobre responsabilizar-se por sua trajetória. Identificar e reconhecer suas forças e potenciais e aplicá-las no mundo junto aos seus talentos. Mas como fazer?

Ainda encontramos uma posição perigosa assumida pelas pessoas: a des-responsabilidade sobre sua trajetória.  Responsabilizar-se é responder por si, por suas necessidades, por seus talentos e potenciais. Escolher os vínculos e se perguntar o que, de fato, nascerá dessa relação – profissional, social, amorosa. E o que, de fato, nascerá da relação entre você e você mesmo. E foi isso que abordamos nesse mês de março.

Veja um pouco de tudo o que rolou:

TRILHAS DE DESENVOLVIMENTO


ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ON LINE

Tatiana Alvares, Diretora da Universidade Quantum, e Jandy de Paulo, diretora Premium, deram início aos trabalhos falando sobre as Trilhas de Desenvolvimento da Universidade Quantum e a importância em responsabilizar-se por si. Como construir trilhas baseadas nos talentos desenvolvidos e no potencial ainda a ser explorado.  A decisão sobre esse desenvolvimento é sua. O que você vive, como você vive e o que constrói com isso?

 

PLANO DE NEGÓCIOS & MARCA PESSOAL

ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ON LINE

Depois da decisão vem...? Planejamento. Gaste mais tempo descobrindo, entendendo, sabendo o que é VALOR, qual o comportamento de quem vai consumir seu produto/serviço. Estabeleça esse vínculo entre o que você faz e as pessoas. Básico bem-feito. Gera o 'Uau!', e se estamos falando de marca pessoal, a estratégia é a mesma: responsabilizar-se é o objetivo. O que você é hoje, o que quer ser e onde quer chegar? Alexandre Mello, com mais 25 anos de experiência acadêmica e executiva em grandes empresas multinacionais e grandes universidades, nos conta um pouco de como construiu sua trajetória até aqui com dicas exclusivas para eliminar o bicho de sete cabeças em torno do Plano de Negócios. Como começar?

 

A ESSÊNCIA DE CADA UM SEM JULGAMENTOS


ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ON LINE

Gente certa no lugar certo, felicidade e satisfação. Os responsáveis pelo desenvolvimento humano dentro das here dating forum organizações exercem um papel muito importante na vida dos colaboradores. “Temos que ter cuidado em contratar a pessoa certa pro lugar certo porque o resultado disso é gente feliz. A gente pode promover muita diferença na vida do outro com o autoconhecimento.” Palavras vindas de Andrea Amiratti, a Analista Quântica do mês, que nos conta um pouco de como o Quantum lhe trouxe um novo olhar para tudo e a esperança de que cada vez mais é possível tratar as pessoas da maneira como deveria ser feito: com respeito, amplitude, resgate e potencialização de habilidades e competências.

 

REALIZAR. NA PRÁTICA A CONSTRUÇÃO DO DESTINO

ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ON LINE

E quando chega aquele determinado momento da vida em que o seu verdadeiro talento fala mais alto? O que fazer? Colocar nossos talentos no mundo é uma missão. Construir o destino pode significar também construir uma estratégia elaborada. Felipe Fonseca, apresentador, locutor e ator, nos conta um pouco de como transformou sua vida – de vendedor de carros a apresentador de TV – e realiza diariamente em prol de seu objetivo. “A intuição muitas vezes fala mais alto sobre qual caminho seguir, é preciso ouvir. Planejo muitas coisas, mas sabendo que a vida pode me dar outros rumos quando eu menos esperar. Acredito muito que somos o que pensamos. Descobri... Isso é o que acredito ser ’construir o meu destino’".

 

CLAUDIA RIECKEN EM: CONSTRUINDO SEU DESTINO

ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ON LINE

Pra fechar o dia com chave de ouro, a presidente do Grupo e autora do Método Quantum, Claudia Riecken, em entrevista exclusiva, nos fala sobre a relação de novos significados e motivações legítimas para construir o nosso destino, individual e coletivo, a partir do cenário controvertido no Brasil e no mundo.  A importância de colocar a palavra para andar, de buscar a resiliência para lidar com situações adversas e de não julgar o outro pelo comportamento, mas sim olhar para o coração.

 

Quer saber como participar da 5a. In ROCK de abril? Mande um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .


Entrevista com Felipe Fonseca

Determinação, alegria e senso crítico. Felipe Fonseca, 24, apresentador, locutor, repórter, mestre de cerimônias, ator... Na veia a comunicação corre como sangue. Com uma voz marcante e sorriso estampado, seu instinto empreendedor e sua atitude diária de vencedor lhe dão ferramentas necessárias para seu principal objetivo: a construção de seu destino.

Felipe sempre teve o lado artístico no sangue. Ambicioso, começou a trabalhar como vendedor de carros desde muito cedo, sua voz e carisma eram sua principal ferramenta. Conquistava clientes… E fãs. Com isso, as oportunidades de vender na TV apareceram: “As concessionárias faziam mídia na TV e com isso comecei a gravar como representante da loja. Todos falavam que eu tinha potencial e realmente me encontrei, retomando assim o interesse de me tornar um profissional do meio artístico.” Felipe tem determinação. Sabe que é preciso escutar a intuição para seguir o melhor caminho, mas sabe também que é necessário planejar, colocar as mãos na massa e, com disposição, enfrentar todas as curvas que a estrada apresentar.

Atualmente apresentador no Shop Tour Guarulhos e TV +, realiza trabalhos corporativos e locuções e desenvolve diversos projetos em plataforma web. Formado em Propaganda e Marketing, cursa teatro profissionalizante e tem como plano imediato sair do varejo e ingressar como apresentador e ator em uma TV com mais possibilidades de divulgação: “Quero me formar como ator e ir de peito aberto ao que vier. Sabendo que esta carreira artística é maluca, procuro me preparar a cada dia e estudar, estudar e estudar. Não quero deixar que nenhuma oportunidade passe por estar despreparado. Nunca se sabe quem pode te ver e onde pode chegar.”, diz felipe.

Qual foi o momento - o start - que te apresentou o verdadeiro caminho a seguir?

Não era feliz com a minha vida! Tinha uma boa renda, mas uma péssima carga horária e não me via naquela situação por muito tempo. Conversando com profissionais do meio artístico vi a possibilidade de viver do que "talvez" fosse realmente a minha vocação. Até então, tinha minhas dúvidas e precisava me colocar à prova. Comecei então a estudar com excelentes profissionais, logo após fiz o curso de Locutor/Animador para rádio e TV e fui aos poucos aprendendo com cada pessoa que conhecia na comunicação.

O que você acredita ser "construir o seu destino"?

Uma estratégia elaborada. A intuição muitas vezes fala mais alto sobre qual caminho seguir, é preciso ouvir. Planejo muitas coisas, mas sabendo que a vida pode me dar outros rumos quando eu menos esperar. Engraçado isso, já que tentamos fazer com que nossa vida seja exatamente o que queremos, quando não podemos ter esse controle. Ou podemos? Acredito muito que somos o que pensamos. Descobri... Isso é o que acredito ser "construir o meu destino". Somos o que pensamos e certamente realizamos. Não quero rótulos e muito menos parecer limitado a apenas um mercado.


Felipe é nosso convidado da 5a. In ROCK de março, evento mensal com convidados na trilha do desenvolvimento humano, excelência pessoal, empreendedorismo, comunicação e gestão. Ele participará de um bate-papo na Universidade Quantum ao vivo e on-line às 16:30h:

Para assistir AO VIVO e ON LINE acompanhe pelo linkhttps://www.eventials.com/quantum/5a-in-rock-marco-entrevista-com-felipe-fonseca/

Saiba mais sobre a grade completa da 5a. In ROCK.

As Interpretações de Mapa tinham na mira a transformação das pessoas pelo olhar a si, gerando a partir disso um time de liderança (CEOs, Diretores, Superintendentes e Gerentes) capaz de propor e engendrar resultados de alta performance em suas equipes e no destino da MarketData.

5a In Rock - FEVEREIRO/14 - “Olhando o Mapa: Cada Coisa em seu Lugar”

Apertem os cintos, o piloto agora sou eu.

Depois de uma arrancada é preciso olhar para os planos e escrever o projeto.

 

5a in Rock! é um encontro quântico, quantificado de valores.

Um encontro de ideias, que nasceu da nossa vontade de garimpar pelo mundo tudo o que há de mais vital e inspirador.

Afinal queremos descobrir gente: boa, quântica, debruçadas nos seus objetivos e com suas excelências.

Queremos prestigiar, brindar o melhor e dar espaço para expressões criativas de resultados.

Programação dos Horários :

 

TEMAS:

 

Gestão e Liderança - Café da Manhã Quantum Assessment: Assertividade nas Contratações. Gente certa no lugar certo. Como reter seus talentos?


10h as 12h

Encontro de líderes, gestores e profissionais de rh, em um espaço para debater ideias, mostrar cases e obter respostas para transformar seu time, sua empresa e seu mercado proporcionando um desempenho sustentado, sistêmico e estratégico.

Excelência Pessoal: "Mulheres no Comando"


14h as 15h

Em homenagem ao Dia das Mulheres, um encontro de mulheres quânticas, que transformaram suas vidas a partir de uma boa olhada no mapa. Mudança pro rumo certo.

Analista Quântico do Mês - Transformação de vidas com o Método Quantum.


Rubens de Paula

15h as 16h

“O que levamos da vida? Nada. O que deixamos? Riquezas. E não falo de riquezas materiais, mas de riquezas chamadas lembranças. Em cada mapa quântico que analiso eu levo a lembrança da surpresa de meus clientes, quase um êxtase, por finalmente terem descoberto quem são, felizes por entenderem a beleza de que sua natureza é a mais linda e perfeita para ele.” É dessa forma que Rubens expressa a importância do trabalho que tem realizado nos últimos tempos com a utilização do Método Quantum em seu trabalho como Coach.

 

Claudia Riecken em Liderança: A Sintonia entre Elas e Eles.

17h

Todos somos iguais. Homens e mulheres na mesma oportunidade de VIVER. E viver significa realizar. O Dia das Mulheres e suas conquistas vem chegando. Nada mais de diferenças, vamos falar sobre a sintonia entre eles e elas..

Página 1 de 4