Português Español English

QUACC

Marketing

Marketing

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Um neurocientista da Universidade de Groningem, na Holanda, realizou um estudo que determinou quais são os ingredientes necessários para que uma canção tenha o poder de nos deixar felizes. Qual será a música mais positiva segunda a ciência?
O doutor Jacob Jacob Jolij chegou à conclusão de que há três fatores fundamentais que, combinados em doses certas, podem levantar o ânimo de qualquer um. São eles: uma batida animada, uma letra inspiradora (e positiva) e a música deve estar em tom maior.
O ritmo recomendado pelo neurocientista é de 150 ou mais batidas por minuto, e isto tem uma explicação científica: a reação natural do corpo humano diante da música com ritmo acelerado é aumentar a frequência cardíaca e a circulação, o que faz com que a gente se sinta automaticamente com mais energia. No entanto, a música não pode ser excessivamente rápida porque pode se tornar cansativa.
As letras inspiradoras têm o papel de acessar memórias positivas e as notas em tom maior soam mais alegres, ao contrário das melancólicas notas menores.
Jolij foi um pouco mais além e determinou que “Don’t Stop Me Now”, da icônica Queen, é a música mais positiva de todos os tempos. Mas, antes de amá-lo ou odiá-lo por seu gosto musical, saiba que ele chegou ao hit por meio de uma fórmula:
1. “Don’t Stop Me Now” - Queen
2. “Dancing Queen” - Abba
3. “Good Vibrations” - The Beach boys
4. “Uptown Girl “- Billy Joel
5. “Eye of the Tiger’ - Survivor
6. “I’m a Believer” - The Monkeys
7. “Girls Just Wanna Have Fun”- Cyndi Lauper
8. “Linvin’ On a Prayer “- Bon Jovi
9. “I Will Survive” - Gloria Gaynor
10. “Walking On Sunshine” - Katrina & The Waves
2010 “Happy” - Pharrell Williams
2000 “Dancing in the Moonlight” -Toploader
1990 ‘Let Me Entertain You” - Robbie Williams
1980 “Uptown Girl” - Billie Joel
1970 “Don’t Stop Me Now” - Queen
1960 “Good Vibrations” - The Beach Boys
A música mais feliz do mundo

Só de escutar frases como “I’m a shooting star leaping through the skies” (eu sou uma estrela cadente saltando pelo céu) ou “I’m a sex machine ready to reload” (eu sou uma máquina de sexo pronta para recarregar) já ficamos com um ânimo diferente. Além disso, é preciso admitir que a energia fora do comum de Freddie Mercury ajuda a música a ocupar o lugar de mais positiva de todos os tempos.
Jolij fez um ranking com as canções mais positivas do mundo e de cada de cada, confira:
Publicidade
Top 10 de todos os tempos
As canções mais felizes de cada década

Salve gente minha!

Essa semana damos largada aos Workshops Quantum House! Começando esta quinta-feira (15/09) com a palestra Todo Amor Auto Amor.

Com alegria inicio o registro de vocês para o programa exclusivo do meu livro:

"SobreViver Instinto de Vencedor

12 portais da Resiliência e

a personalidade dos sobreviventes"

Em grupo especial Online privativo apenas para inscritos. Leiam com atenção conteúdo, valor, datas, será tudo ONLINE na plataforma piloto que preparei. Estou amando! :-)

Serão 12 semanas de encontros Online:

AUTO AMOR TODO AMOR

Roteiro com um video & um exercício na minha voz + uma Live exclusiva toda semana.

Despertar nosso senso de valor & bem estar é um dever, uma escolha, um destino precioso. Estudo há anos os melhores resilientes e aprendi: eles superam cada obstáculo. E sorriem, logo adiante.

Vem, vamos amados.

Fazendo parte deste grupo fechado:

+ 1 Video semanal Online

+ Exercícios de indução hipnótica/reprogramação inconsciente (minha indução/voz)

+ Uma LiveStream semanal comigo ( Dra Claudia )

+ Exercícios escritos e artigos

+ Chat de apoio

+ Mapa Quantum: R$390,00 (com direito a todos os relatórios)

+ Sessão individual de apoio para participantes do grupo: R$400,00 (mentoring)

+ Grupo especial de interação e apoio/chat

+ SobreViver 12 Portais

+ Resiliência na invalidação de SobreVivente a Vencedor

12 portais 12 semanas

Início do curso online: 21 de Setembro

Para participar:

Solicitar ficha de inscrição:

Fone: +55 11 3709-3388

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Investimento: R$ 323,00 por mês (Setembro, Outubro, Novembro)

*Pagamento em depósito bancário, cartão de crédito ou boleto.


Este programa é um piloto Quantum House.

Bem vindos ao grupo co-fundador da maior evolução , a de AUTOAMOR TODOAMOR.

 


Seu sistema imunológico quem define quantos amigos você vai ter.

Por Ana Carolina Leonardi - Revista SuperInteressante

A vida em sociedade é um grande desafio para o seu corpo. Quanto mais interação social, maior a exposição a microorganismos e, por isso, o sistema imunológico teve que evoluir junto às nossas habilidades sociais. O que cientistas da Universidade de Virgínia descobriram agora é que o sistema imunológico também age regulando o seu comportamento perto de outras pessoas.

Os cientistas criaram uma geração de ratos que não produz interferon-gama, uma molécula (também produzida no corpo humano) importante no combate de vírus, bactérias e alguns protozoários. A ausência dela teve um efeito determinante nas relações sociais entre os ratos.

Os ratinhos imunodeficientes se isolavam, tinham comportamentos antissociais e muita dificuldade de se relacionar uns com os outros. Quando os pesquisadores observaram o cérebro deles com ressonância magnética, descobriram que parte do córtex pré-frontal não estava se comportando normalmente. É justamente essa região que é responsável por regular como você age em grupo e sua habilidade para fazer amigos.

Depois, eles injetaram a molécula de volta no sistema imunológico dos ratos. O resultado foi imediato: a delicious free mobile dating sites ressonância passou a apresentar resultados normais e os ratinhos voltaram a se relacionar entre si.

Os autores do estudo estão certos de que os resultados indicam que o sistema imunológico ajuda a regular comportamentos sociais e traços de personalidade. A teoria deles é que a evolução tenha um papel importante nessa relação: ela tornava as pessoas mais saudáveis mais sociáveis, e as mais vulneráveis mais isoladas, para que evitassem andar em grandes grupos, o que aumenta a chance de contaminação por microorganismos.

Mas mais do que determinar se você vai ser uma pessoa cheia de amigos ou menos popular, os cientistas estão animados com o significado dessa descoberta para doenças como autismo e esquizofrenia.

Com a deficiência imunológica, o cérebro dos ratos tinha regiões do córtex hiperativas, igualzinho acontece com pacientes autistas. A partir da reintrodução do interferon-gama, o cérebro voltou ao normal.

Se o palpite dos cientistas estiver certo, a chave para a cura do autismo (e o segredo da popularidade) pode estar bem longe do cérebro, no sistema de proteção do corpo onde ninguém tinha pensado em procurar.

 

Um dos grandes desafios deste núcleo é assegurar a máxima satisfação do cliente Método Quantum. A empresa que se torna assinante do Método Quantum passa a ser atendida pela equipe Prime. Esta equipe é responsável por transferir know-how, atualizar os profissionais da empresa-cliente, auxiliar na definição estratégica para utilização do método e diversas ações que favoreçam o aprimoramento e desenvolvimento do RH. Por telefone, por e-mail ou em encontros, a Quantum Prime auxilia em  questões do dia a dia, para decisões simples ou importantes, ajudando o resultado a aparecer.

Entre as responsabilidades da Quantum Prime destacam-se a instrução necessária para todos os assinantes do Método Quantum para uso correto e adequado da ferramenta, apresentar as diferentes aplicabilidades do método, estimular a troca de experiências na utilização da ferramenta, reconhecer as melhores práticas de utilização do Quantum, oferecer aprendizado permanente mediante consistente formação técnica e conteúdos importantes, e ofertar o crescimento e desenvolvimento das empresas assinantes mediante  a participação em ações sociais. É também responsabilidade da equipe Prime a renovação das assinaturas dos clientes e o atendimento “ombro a ombro” durante o relacionamento.

As razões de um desligamento podem ser as mais variadas. Instabilidade pessoal, financeira, familiar, inadequação pessoal, falta de motivação, ausência de liderança, regras claras.

Mas cá pra nós... é possível evitar tanto desgaste. Pesquisas apontam que a saída de um colaborador antes dos sexto mês na função custa quinze vezes o seu salário base. É caríssimo perder alguém num curto prazo de tempo se contabilizarmos custos diretos e indiretos. Logo, para não perdermos nossos colaboradores no primeiro tempo do jogo, que tal contratar certo?

Pessoas são diferentes. Têm aptidões diferentes, bagagens de vida e aprendizados diferentes.  Como saber qual será a mais indicada para a vaga disponível na empresa?

Fazendo o trabalho de assessment no recrutamento e seleção e mapeando os perfis dos candidatos indicados para a vaga, o risco de contratar errado é muito menor! Há ainda a opção de mapearmos o perfil da vaga e cruzar com o perfil dos candidatos, obtendo num gráfico os pontos em comum e de divergência, onde treinamentos e desenvolvimentos serão necessários.

É comum contratar pelo bom currículo e demitir por comportamento inadequado. Conheça o perfil antes. Bom para quem é contratado. Excelente para quem contrata!

Baseado em profundo entendimento da organização do cliente, criar soluções que permitam o desenvolvimento de todos os envolvidos nos projetos e sua natural evolução é padrão da Quantum Prime. Esse núcleo de negócio do Grupo Quantum é reconhecido pela capacidade de oferecer soluções que impactam pessoas e organizações de forma profunda, gerando prosperidade.

Desde a implantação da metodologia, fazendo planos junto ao cliente, potencializando a gestão de pessoas e desenhando passo-a-passo para que o Método Quantum seja aplicado de maneira eficiente.

Prime? Primeiro, apogeu, início, a parte melhor, hora de prima, perfeição... muitos verbetes podem ajudar a compreender o sentido da palavra prime. Para o Grupo Quantum, excelência, prestação de serviço especializado, segurança, competência, estratégia.

Milton Jung entrevista Dra. Claudia Riecken para o Mundo Corporativo, falando sobre performance, empregabilidade e gestão de pessoas com base na leitura do comportamento humano.

Evelise Oliveira fala sobre o Primeiro dia de trabalho! Parece que os olhos queriam captar todas as cores do novo ambiente de trabalho. A audição perfeita, capta cada palavra não dita, não expressa e todo o contexto começa a se revelar. Novos amigos num piscar de olhos, novos inimigos na mesma proporção mas, de você ninguém tira  a emoção em recomeçar.  Uma nova carreira, um novo nicho de mercado, novas oportunidades de crescimento e lá dentro entre os disparos do coração algo lhe diz: - Agora vai!

O tempo passa, você vai aprendendo coisas novas, nova maneira de ser gerenciado e como se senti a respeito das lideranças, você mira alto e aos poucos você vai percebendo como as coisas funcionam na nova empresa.

Cafezinho aqui, almoço ali, e a turma antiga vai querendo moldar você ao novo contexto, dando dicas preciosas e outras pavorosas.

Você vai percebendo as insatisfações, as frustrações de cada um, a ponto de você começar a fazer parte de uma determinada turminha. A que mais combina com seu jeito de pensar, sentir, agir e que tem mais a ver com seus sonhos na carreira.

Um ano, dois anos se passaram e muito você já ouviu, muitas pessoas já foram embora, outras novas chegaram e você já não tem mais a mesma firmeza de quando chegou, sua cabeça agora tem incertezas sobre a carreira, sobre suas próprias competências e agora os ombros já começam a cansar... o que fazer ?

Dar ouvidos aqueles que te desmotivaram logo de cara ? Ou reerguer as mangas ?

Muitas vezes, é preciso reanimar, reconstruir-se na carreira como se você estivesse chegando pela primeira vez! Altivo, cheios de sonhos e com uma humildade incrível para aprender novamente.

Minha dica para você se REENERGIZAR:

1 - Arrume sua mesa de trabalho ( coloque as fotos de coisas que você gosta, carro que vai conquistar, da família, da viagem  - sua mesa tem parte do seu sonho, olhe para seu objetivo todos os dias )

2 - Dress Code - ta na hora de reavaliar seu jeito de vestir-se. Surpreenda com um novo casaco, novo corte de cabelo, algo que expresse melhor sua personalidade.

3 - Cursos e Especializações - é preciso rever o jeito de fazer as coisas e seu novo desafio é fazer tudo que faz de um jeito diferente ! Gerenciar sua agenda por aplicativos, aplicativos free de gestão do tempo, colabore com sua própria reorganização.

4 - Leitura inspiradora - escolha um livro muito bom, com pitadas de sabedoria, histórias inspiradoras de vencedores e leia um pouco todos os dias entre os cafés. Ufa! Vai aliviar a tensão.

5 - Fazendo um novo caminho - para ir ao trabalho escolha um caminho novo, uma nova rua ou até mesmo uma nova forma de trabalhar, substitua metade do caminho por bicicleta por exemplo. A adrenalina em fazer algo novo vai ser tão bom pra você, fisicamente e mentalmente.

6 - Peça feedback, seu gestor pode perceber sua mudança e seu jeito em tentar fazer algo novo no trabalho e isto pode ser energizante par ambos.

7 - Promova uma surpresa entre os amigos de trabalho! Um dia, você escreve pequenas frases de motivação em Post-It e deixa em cada mesa de seus amigos de trabalho !

Assim você motiva a si mesmo e aos outros ao seu redor.

Aprendendo a transformar sua próprias experiências de vida e de trabalho você amadurece e cresce emocionalmente. Muitas relações afetivas ou profissionais se tivessem passado por uma "reinvenção" não acabariam. Dê a segunda chance para seu trabalho, sua carreira, suas relações.

Permita-se ser original. O mundo precisa de você, do jeito que você é ou de como pode ser. Ouse.

Evelise Oliveira

Chief Energy Officer - Quantum Assessment

Gostou? Me escreva!

A música que educa na gestação

por Ceila Santos


Uma boa maneira pra entender a importância da música na gestação é fechar os olhos. Como você se sente? Ansiosa, tranquila ou incomodada com o barulho que te rodeia?

Que tal inspirar o ar de forma bem profunda para se concentrar mais na escuridão. Sim, mantenha os olhos fechados! Percebeu que existe um som interno, além da batida do seu coração? Existe uma melodia pulsante da vida dentro de você.

No meu corpo, ela lembra muito o som das ondas que escuto dentro de conchas do mar. Há ainda uma vibração quando a gente mergulha nesta música corporal, percebe?

Este exercício é uma maneira de reconectarmos com a vivência que tivemos dentro do ventre de nossas mães e, agora, compreender o quanto aprendemos - e apreendemos - o mundo pelas percepções sensoriais.  A audição é a nossa primeira “escola”. É o principal portal de contato com o mundo, enquanto estamos protegidos pelo ventre de nossas mães. Qual música você imagina que faz sentido neste estado de percepção?

Música clássica, cantiga de roda, canção de ninar?
Quanto mais você mergulha na sua própria melodia interna, maior torna-se a percepção da orquestra do seu corpo. Detalhe: fazer o movimento de se concentrar no seu próprio som é mudar sua estação emocional. Não dá pra perceber a orquestra interna, se alguém ao seu lado estiver digitando com força um teclado ou tocando uma bateria. Você até pode se manter concentrado, mas lhe exigirá maior atenção. Logo, gasta-se mais energia. Resultado: você pode ficar cansada.

No bebê, que vive na água e se desenvolve de forma intensa fisicamente, o gasto de energia pode representar “roubo” no tempo do seu desenvolvimento. Ele vai recuperar, mas você pode contribuir para que ele receba tranquilidade e alegria deste portal. Como?

Responda-me: qual é a primeira estação de acesso auditivo do bebê? É a música que ouve ou seu corpo? Sim, é isso mesmo. Seu corpo é a canção que ensina o mundo de fora para seu bebê. E, o mais mágico de tudo, a vibração corporal toca o som das suas emoções. Já pensou qual é a música que seu bebê ouve quando você está alegre, plena e realizada? Dá até pra imaginar a delícia da dança dele no seu ventre, né?

Tem também o ensinamento da força da raiva, da dor e do ódio que você sente diante das injustiças do mundo contigo ou das violências que recebemos no dia a dia. Como a gente cuida dessa música que tenciona o desenvolvimento dos nossos filhos ainda dentro da barriga? Cuidando da gente.

Quando alguma coisa te magoa, te machuca ou te assusta, use suas mãos para falar os pensamentos que podem mostrar ao seu filho que o mundo nos ensina de diversas maneiras e que a dor e a tristeza fazem parte desta dança da vida. Ela, aliás, nos dá equilíbrio pra relembrar do mistério da vida e morte. E mais: há na Terra recursos, para depois de um conflito emocional ou uma magoa, recuperarmos nosso eixo. Cada um adota aquilo que lhe faz bem: pode ser uma boa noite sono, um banho profundo, uma volta na natureza, sentar em rodas diante de uma fogueira ou uma conversa com amigos. Afinal, sempre há som e silêncio. O importante é ensinar ao seu filho que sempre há ritmo nos sentimentos, deixar claro pra ele através da sua atitude com a vida de que ele pode confiar na existência humana da Terra.

Boa escolha musical na sua gestação!

Ceila Santos é jornalista, educadora pré-natal e idealizadora da Clarear – uma coleção independente que trata de gestação, parto e nascimento sob a perspectiva emocional, psíquica e espiritual.

Amizade no Trabalho por Nathalia Damasceno e Evelise Oliveira

Todos nós temos aquele amigo para ligar às 2h da manhã depois de sair de um bar, ou aquele amigo do churrasco de domingo, aquele que escuta a gente chorar, amigos de infância, amigos de escola, faculdade, amigos de trabalho. Este último em questão sempre gerou muitas discussões: como ser amigo e ser profissional? Como ser amigo e ser chefe? A resposta é: maturidade.

Toda relação de amizade exige que tenhamos maturidade para ser amigo, exige que existam limites, os nossos limites, os limites do outro, limites para respeitar. Que fiquemos confortáveis em ser nós mesmos porque teremos alguém para entender esse nosso jeito. Relações profissionais exigem maturidade e limites como toda relação, mas ficam melhores se também tivermos um amigo.

Existem empresas que não incentivam a relação de amizade entre os colegas de trabalho Pense bem, passar o dia com aquela pessoa e não poder criar vínculo? Colegas de trabalho são as pessoas com que passamos a maior parte do nosso dia. Uma pesquisa feita pela rede profissional LinkedIn diz que, em todos os países pesquisados, 46% dos profissionais dizem que a amizade é importante para trazer felicidade no trabalho. Segundo os entrevistados, manter relacionamentos pessoais na empresa faz com que eles se sintam conectados, mais motivados e produtivos. O estudo comparou os resultados para diferentes gerações de profissionais: entre a geração Y (pessoas entre 18 e 24 anos), 67% estão propensos a compartilhar detalhes pessoais, incluindo salário, relacionamentos e questões familiares com colegas de trabalho. Já na geração Baby Boomers (entre 55 e 65 anos), apenas um terço mantém esse relacionamento.

Perguntamos para nossa Chief Human e Happiness Officer, Jandira de Paulo, sobre as relações de amizade no trabalho: “Muitos já falaram sobre este tema, mas creio que um ambiente saudável impacta diretamente nos indicadores de resultados e na tomada de decisão, afinal o clima organizacional saudável é fator determinante nas equipes de alta performance... Boas relações no trabalho são uma parte fundamental na vida profissional. Amigos de trabalho tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. É muito bom ter verdadeiros amigos no trabalho!”.

Para que a relação seja saudável, é preciso separar a amizade e as funcionalidades do trabalho. Seja gentil, mas seja firme. Tome as decisões necessárias de acordo com a sua função e o seu cargo, imponha-se. Aquele amigo vai entender se você o respeitar. Por mais duro que você precise ser, não seja grosseiro. Entenda que o outro também possui limites. Amizade entre chefe e subordinados é totalmente possível desde que haja maturidade para entender que, no trabalho, aquele amigo é seu chefe e precisa ter o comando, precisa criar soluções, desde que o chefe entenda que precisa comandar sem humilhar, só porque ele é seu amigo e você na cabeça dele tem que entender como ele é. Nada de excessos.

 

Respeito, gentileza e humildade são três ferramentas que farão qualquer amizade perdurar; principalmente no ambiente profissional, precisamos regar a amizade com essas três atitudes dia após dia. Amizade se constrói: quando está sólida, não é qualquer ventinho que vai derrubá-la, até mesmo aquele ventinho que aparece em algumas situações no ambiente de trabalho. Seja feliz, seja amigo do seu companheiro de trabalho.

Página 1 de 4