Português Español English

QUACC

Psicoterapeuta fala sobre as etapas após o fim de um relacionamento

Dar nota para esse item
(46 votos)

Passar pelo fim de um relacionamento nunca é fácil, principalmente quando o casal já está junto há alguns anos. Tanto em namoros ou em casamentos, geralmente, há sofrimento de ambas partes. A psicóloga e psicoterapeuta individual e de casais Iara Camaratta Anton, presidente da Sociedade de Psicologia do RS, acredita que o rompimento pode afetar a autoestima, causar um sentimento de vazio e até mesmo de culpa.

Iara explica que essa fase precisa de adaptações, para que se possa sair dela da forma mais tranquila possível. Aceitar que o relacionamento acabou é a primeira etapa da recuperação. O sofrimento também faz parte do processo, e precisa ser passageiro, segundo ela. A separação dos pertences do casal, é outra etapa simbólica e necessária.

A psicoterapeuta respondeu algumas perguntas do Bem-estar sobre estas etapas e como superar o fim de um relacionamento:

Bem-estar: Por que o processo de aceitação de que o relacionamento acabou é tão complicado. Como superar essa fase?

Iara Camaratta Anton: O processo de superação pode ser mais ou menos longo, dependendo de uma série de fatos como, por exemplo, ter outras fontes de afeto e de prazer, disposição para cultivar tudo aquilo que dá sentido à própria vida, nos planos afetivo, social, cultural, profissional.

Quando a pessoa tem outros vínculos importantes e outras razões de viver, ela mais facilmente elabora o luto e faz do antigo relacionamento uma bonita lembrança, ligada ao seu passado. Amigos e familiares são muito importantes.

O término de um relacionamento não significa que este tenha dado errado ou que os parceiros (ambos ou um deles) sejam culpados... Em todo o caso, cabe nos avaliarmos, permanentemente, sem cultivarmos sentimentos de culpa, mas assumindo responsabilidades pela construção de nossos vínculos.

Bem-estar: O sofrimento é necessário? A maioria das pessoas procura tentar se distrair, sair com os amigos, não ficar sozinho. Mas o sofrimento não é parte do processo de aceitação?

Iara: O sofrimento faz parte, com certeza. Mas uma coisa é cultivá-lo e outra, bem diferente, é reconhecê-lo e superá-lo construtivamente. Faz bem distrair-se e cultivar outros laços, seja com a família, com os amigos ou no terreno profissional. Ficar remoendo o passado, fazendo render o luto, pode representar um processo nada saudável, como também não seria saudável buscar saídas com festas, bebidas. São ruídos que abafam a voz da dor, tornando-a completamente inaudível, irreconhecível. Aqui se encontram, também, as buscas por relacionamentos imediatos, supostamente capazes de curar as feridas, substituindo o amor que se foi. A atitude de fuga dificilmente traz bons resultados.

Bem-estar: A separação dos objetos pessoais é uma etapa simbólica importante, não é mesmo? Como lidar com isso para evitar mais sofrimento?

Iara: Sim, objetos ligados à convivência entre casais podem ter, além de aspectos práticos, utilitários, diferentes significados de ordem afetiva. Nem sempre o casal simplesmente se desfaz de objetos que fizeram parte de sua história em comum e nem é indispensável que o façam.

Muitas vezes, simplesmente dividem o que possuíam e usufruíam, porque esta é uma medida justa e facilita-lhes a vida após o rompimento. Mas mesmo isto, por mais objetivos e pontuais que sejam, pode mexer, negativa ou de forma saudável com os sentimentos.

O sofrimento é maior quando se trata de coisas de valor mais simbólico e mais afetivo, como determinados presentes, alianças, fotografias, lembranças de viagens. Cada indivíduo e cada casal têm que decidir o que fazer com os objetos que restaram de seu antigo relacionamento de um modo muito pessoal, sem preocupar-se em seguir regras, conselhos de amigos...

Algumas pessoas destroem tudo, qualquer pista, por mágoa ou rancor e na expectativa de não mais serem perturbadas pelas lembranças, mas não conseguem se libertar, interiormente. Outras, pelo contrário, guardam alguns objetos de importante valor simbólico, sem temor algum, como carinhosas lembranças de relacionamentos que marcaram sua história pessoal — sem ficarem presas ao passado. Cada caso é um caso. Importante é elaborar o luto e mostrar-se aberto para viver com plenitude o presente e o futuro.

Bem-estar: É válido renovar, mudar hábitos, cabelo, redecorar ou até mesmo mudar de casa? Até que ponto isso adianta?

Iara: Em princípio, sim, estas podem representar boas possibilidades. Não que pudéssemos recomendar aos recém-separados que adotem tais medidas. Importante é que a pessoa assuma que está vivendo outra fase e que imprima nesta tudo o que lhe possa parecer positivo.

Criatividade, afeto e capacidade de sentir prazer são ingredientes de fundamental importância na superação da dor e no resgate ou no fortalecimento da autoestima. Ocorre-me uma frase: "Eu, em busca de mim mesma". Isto é muito bom, muito saudável.

Bem-estar: Quando é a hora de embarcar em um novo relacionamento? Como evitar lembranças e comparações com o antigo parceiro?

Iara: Novo relacionamento? Deixa acontecer... Viver a vida, relacionar-se com as pessoas, nos planos afetivo, profissional, sócio-cultural, são atitu lesbian dating online watch here des que tendem a favorecer a descoberta de ótimas oportunidades, para a criação de novas amizades e, quem sabe, de um novo amor. Penso que a "capacidade de ser só", confortavelmente, é quase que uma pré-condição para o desenvolvimento de vínculos saudáveis e mutuamente satisfatórios.

Texto publicado no site do jornal Zero Hora.

1 Comente

  • Link o comentário Elaine Sex, 25 de Outubro de 2013 12:00 postado por Elaine

    Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes). Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que desenterre (RSF) de onde estiver ou com quem estiver e faça ele me telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que (RSF) venha para MIM , afaste todas aqueles que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele (RSF) não pense mais nos outros, mas somente em MIM. Que ele me telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém!). Publique esta simpatia por três vezes , basta copiar e colar por três vezes em in forum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor. Deus vai lhe abençor e sua vida não será mais a mesma LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas, funciona mesmo!!! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS!

    Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Faça seu comentário