Português Español English

QUACC

Qui, 05 de Fevereiro de 2015 17:15

UM BOM CURRÍCULO É SÓ O COMEÇO Destaque

Dar nota para dating sites for over 50 esse item
(1 Votar)

A seleção de candidatos é um desafio para gestores e recrutadores. Para facilitar, mapeie todos os cargos da empresa.

Colocar a pessoa certa no lugar certo é o grande desafio dos gestores, especialmente dos responsáveis pelas áreas de seleção e de recrutamento de pessoal. Como garantir a contratação da pessoa adequada?

A dica dos consultores é para que o trabalho comece antes mesmo de a vaga ser aberta: mapeie todos os cargos da empresa, definindo as tarefas de cada um e o perfil de quem desempenhará as funções. Com a vaga aberta e ciente do que ela exige, o gestor ou recrutador deve divulgá-la no maior número de canais possível, para potencializar o alcance. “É interessante divulgar em jornais, em ferramentas online e, principalmente, em redes sociais. Hoje, muitas empresas divulgam vagas em suas páginas no Facebook”, indica o consultor do Sebrae-SP, Daniel Palácio.

Escolhidos os candidatos que participarão do processo, Palácio recomenda que o recrutador não faça apenas um teste. “Se a seleção tiver apenas uma fase, é mais fácil de ser enganado pelo entrevistado. Então, proponha algo por escrito para averiguar as aptidões dele para a função, além da entrevista”,afirma.

Assim como o recrutador precisa identificar a pessoa ideal para o cargo, o candidato quer mostrar que é o melhor para a função. “Leia o currículo do candidato, verifique a presença dele nas redes sociais e tire todas as dúvidas antes da tomada de decisão”, orienta o consultor.

A escolha do canal de divulgação da vaga também deve obedecer ao perfil do cargo. A Jogá Pesca, fabricante de acessórios para pesca localizada em Matão (SP), recorre ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) para buscar candidatas a costureira, função que corresponde a 60% do total de funcionários da empresa. O gerente-geral da companhia, Leandro Borela, explica que, para cada vaga aberta, o processo de seleção analisa dez candidatas. Com os currículos em mãos, Borela busca referências nas empresas anteriores e verifica o perfil nas redes sociais. Ele reclama da falta de padronização dos currículos. “Em praticamente 90% deles falta algum tipo de informação, seja o período em que permaneceu no emprego anterior, seja alguma experiência”, afirma Borela.

Nem sempre o candidato mais preparado é a melhor escolha para a vaga. Daí a importância da descrição do perfil da pessoa ideal para cada um dos cargos da empresa. “Muitas vezes, o melhor candidato não combina com o perfil da empresa, tem personalidade muito forte ou não sabe trabalhar em equipe. É mais conveniente dispensá-lo e preservar o ambiente de trabalho”, conclui.


Fonte: Jornal de Negócios Sebrae/SP - Edição 251 Fevereiro de 2015 - pág8.

Faça seu comentário