Português Español English

QUACC

Qua, 21 de Maio de 2014 12:45

A comunicação não verbal e a interferência dos fatores emocionais. Destaque

Dar nota para esse item
(4 votos)

Inspiração, expressão e percepção. Thais Alves, consultora e personal de comunicação, autora de diversos livros de comunicação e apresentadora de programas sobre comunicação na Jovem Pan On-line e Joven Pan AM, nos fala sobre os recursos do corpo nos processos de comunicação, a importância da comunicação não verbal e a interferência dos fatores emocionais. Convidada especial da 5a. In ROCK, estará AO VIVO e ON-LINE em entrevista exclusiva na Universidade Quantum dia 29 de maio às 14 horas.

A comunicação é a ferramenta de conexão das pessoas. Com ela, relações, ciclos e laços são feitos e desfeitos. Porém, as pessoas costumam atentar-se apenas à comunicação verbal, a fala, mas e a comunicação não verbal, o corpo e suas mensagens?

Todos já ouviram falar em inteligência emocional. Em resumo, as emoções que sentimos todos os minutos em nossas vidas têm cara, jeito, expressões. Podemos achar que essa história de “poder de pensamento” é bobagem, mas há sempre um estímulo externo, e os seus pensamentos intensificam isso ainda mais. Quando estamos tristes, nosso corpo fica triste. Quando estamos felizes, sorrindo, estamos relaxados. Nosso corpo é nosso maior instrumento de comunicação com o mundo.

Transparecemos nossas emoções positivas ou negativas. Quando não gostamos de algo ou alguém, ou quando estamos com medo, ou ainda quando nos sentimos inseguros... Tudo transparece, tudo vem à tona.  Não adianta nos preocuparmos só com conteúdos e conceitos se não fortalecermos nossa postura corporal. É preciso ter consciência de quem somos, de nossas emoções, de nossas histórias vividas, para, aí sim, ter uma boa performance em comunicação.

Segundo Thais, a postura, os ossos, a expressão do rosto, tudo vai se modificando de acordo com as histórias vividas. É preciso conhecer – reconhecer – e assumir tudo o que faz parte da nossa bagagem, para assim sermos donos de nós mesmos e da impressão que causamos nos outros. Afinal, cada um tem um estilo, uma personalidade, um jeito de ser.


Mas como perceber o nosso estilo de comunicação e saber de que forma isso interfere nas pessoas? Thais assegura: “Além do estilo próprio (que poucas pessoas conhecem e valorizam), há as interferências diárias: emoções, tristezas, raivas. Tudo isso impacta e interfere nas pessoas que nos cercam: quando estamos felizes, quando estamos alegres, quando estamos com medo vamos interferindo nas emoções das pessoas próximas. É o que chamo de marca pessoal. Deixamos uma impressão, positiva ou negativa, em todos os momentos da vida (profissional ou pessoal)”.

O segredo é traçar o melhor caminho para uma comunicação limpa e ter consciência das nossas múltiplas comunicações: intelectual, emocional e física. É quase o trabalho do ator: ele decora as falas, assume no corpo seu personagem e interioriza a emoção da história. O que precisamos hoje é: CONSCIÊNCIA DE QUEM SOMOS, DE ONDE ESTAMOS E DO QUE QUEREMOS.

Thais será convidada especial da 5a. in ROCK Maio – “O corpo fala! E o seu, o que diz?”, e estará AO VIVO e ON-LINE às 14 horas na Universidade Quantum.

INSCREVA-SE e ASSISTA pelo link: https://www.eventials.com/quantum/comunicacao-a-fala-atraves-do-corpo-com-thais-alves/

Equipe Editorial

Equipe Editorial

Quanticamente, o mundo e suas representações estão por aqui descritos com profundidade, humor sério e com os melhores votos de utilidade a você. Observamos, colapsamos e saltamos. E a cada salto um pouco do que descobrimos, do que pensamos, do que ingerimos. De nós e dos nossos, para o mundo. Cada conteúdo um gole afirmativo de que viver conscientemente é simples e não fácil, transformando e evoluindo relações, consigo e com o mundo. Do businesss ao happiness. Pra você, por você.

Faça seu comentário